A cozinha já não é mais projetada apenas para o preparo das refeições. Ela se tornou um espaço compartilhado entre moradores e visitantes, unindo a utilidade do ambiente com o conforto para receber amigos e familiares em um clima descontraído.
 
Transformar a culinária do dia a dia em pratos gourmet, já saiu da tendência e se estabeleceu tanto no mercado quanto nas práticas domiciliares. A decoração e planejamento das cozinhas, não poderiam ficar para trás na hora de unir o útil e prático à sofisticação e modernidade, que essa nova relação com a comida pede. Esse é o carro-chefe na hora de definir o design de uma cozinha contemporânea.
 
Materiais sofisticados como aço inox, madeiras nobres, vinil, mármore e granito, por exemplo, dão um toque de elegância tanto na construção como nos eletrodomésticos, que por sua vez, são marcados por tecnologia de ponta e por um design ergonômico.
 
Aliados à uma boa iluminação, seja por spots de luz ou por luminárias de teto e chão, eles fazem a diferença no visual do décor. Além disso, materiais de qualidade garantem uma vida útil maior para o ambiente, um dos que mais se desgastam em casa.
 
A cozinha contemporânea está muito mais integrada à sala de jantar. Bancadas americanas, por exemplo, podem servir como ponto de divisão sem perder a integração entre os cômodos, dando amplitude ao ambiente e aproximando as pessoas, além de ser perfeito para lanches e refeições rápidas.
 
Outra solução são as ilhas centrais: práticas, elas conferem um ar moderno e são uma alternativa para transformar o espaço das refeições.
 
Na hora de pensar nos detalhes da decoração, a cozinha contemporânea pede um ambiente clean, equilibrado, e que converse com a tecnologia e modernidade do ambiente.
 
Vidros, transparência, dobradinha preto-e-branco e a mistura de tons vibrantes com um ambiente predominantemente neutro, são opções para finalizar a decoração, e deixar a cozinha com um ar mais aceso, sem abrir mão da elegância.
 
Fonte: blog.lolahome.com.br