As jazidas de mármores e granitos são reservas naturais em grandes montanhas rochosas, onde as pedras se localizam em seu estado natural.

Para o sucesso da extração, são necessários equipamentos apropriados e equipe profissional bem preparada, pois a atividade é delicada, requer segurança de pessoal e preservação das pedras no momento da extração.

Os especialistas cortam as rochas em blocos quadrados, de dez a trinta toneladas, depois em chapas ou placas horizontais e verticais.

Para se fatiar a peças em um tamanhos menores, diversas são as ferramentas utilizadas, como as máquinas de fio diamantado, hidrobags, marteletes, brocas diamantadas, entre outras.

O primeiro pedaço de rocha é chamado de bancada ou prancha, que possui uma medida aproximada de 12 metros de comprimento. Após retirada a bancada, a mesma será analisada por um profissional treinado, que irá demarcar essa rocha em várias áreas para um novo corte, onde serão produzidos os blocos (cubos menores de pedras).

Para movimentar os blocos dentro das jazidas do local da extração até o pátio de armazenagem, grandes tratores ou máquinas próprias são usadas, que posteriormente serão transportados e transformados em chapas.

Após esse processo de extração e industrialização, as pedras estarão prontas para serem comercializadas, com os devidos acabamentos solicitados pelos clientes.