A cozinha com ilha central é muito procurada por pessoas que querem ter um elemento prático dentro do ambiente, sem deixar de lado, o aspecto moderno ou contemporâneo.
 
A referência para esse tipo de cozinha vem do estilo americano, que possui uma arquitetura com ambientes amplos e com uma apropriação de espaço prático para o dia-a-dia.
 
Para que a escolha da ilha da cozinha seja adequada ao seu espaço é preciso seguir algumas dicas importantes:
 
Tamanho do ambiente: é preciso pensar na circulação em volta da ilha, assim como na distância em relação ao restante dos móveis, sendo que o tamanho mínimo recomendado para a circulação confortável ao redor é de 0,70m.
 
Atributos e altura: O modelo pode depender de cada pessoa, com ou sem cooktop, com ou sem coifa, com espaço para preparo de alimentos, com pia ou apenas uma bancada para refeição e outros atributos. O importante é seguir um padrão de altura que é de 0,90m a 1,10m para que as atividades sejam feitas com conforto.
 
Armazenamento: Aproveitar o espaço que ela ocupa com gavetas e armários embutidos, é uma ótima forma para guardar ítens de cozinha.
 
Iluminação: A iluminação é outro ponto importante que deve ser observada, pois para utilizar a bancada, é preciso que tenha luz direta sobre ela. Os pendentes são os mais utilizados nessa parte de decoração, e no mercado existem vários modelos e tamanhos.
 
Materiais: Eles devem seguir a mesma linha e estilo que o restante da cozinha. Para quem quer utilizar a ilha central para cocção, é preciso evitar o uso da madeira sobre a bancada, pois este material não é apropriado para esse tipo de uso. O ideal é revestir com granito, pois além de ser mais prático para fazer a limpeza, é ideal para cozinhar, e o resultado final fica muito mais sofisticado.
 
Fonte: Decorfácil