O mármore é uma pedra natural, que surgiu através do calcário, e por suas variações, é uma das pedras preferidas para projetos e uso arquitetônico. 
 
É caracterizado por ter menos brilho e possuir marquinhas na pedra, que se assimilam à veias. 
 
ALGUNS TIPOS DE MÁRMORE: 
 
Rosso Verona: De origem italiana, tem como característica tons vermelhos claros e escuros. É um mármore nobre, que pode ser usado para diversos tipos de revestimentos e mobiliários, principalmente para ambientes internos onde o mármore pode ter durabilidade maior. 
 
Travertino: De fundo bege, é uma rocha calcária originada de águas termais da Itália. Dependendo do tipo, seu tom pode variar do bege claro a uma cor mais amarronzada. Sua aparência é marcada pela presença de pequenas fissuras, que os especialistas dizem parecer ramos e folhas.
 
Bege Bahia: Procedente da Bahia, é um dos mais utilizados no país. Possui fundo bege claro com com intraclastos de calcários bege escuro e formas variadas.
 
Crema Marfil: Tem origem espanhola e a sua cor principal é o bege. É uma pedra que vem da rocha metamórfica, e que fica exposta a altos níveis de temperatura e pressão. Em sua composição podemos encontrar carbonato de cálcio e outros minerais, que são responsáveis por dar tonalidade a pedra.
 
Botticino: Tem como característica tons bege claro com veios no tom mais escuro. É um mármore nobre, que pode ser usado em diversos tipos de revestimentos. 
 
Branco Espírito Santo:  É nacional e por isso possui um ótimo custo benefício. O material é claro, com algumas marcas em tons de cinza, que podem variar para mais ou menos dependendo do lote.
 
Pighês: Pedra natural de coloração branca, originária da Grécia. É um tipo de rocha sedimentar, que resiste há séculos, a exemplo dos templos e monumentos espalhados pelo mundo.
 
Carrara: Também chamado Bianco Carrara, é uma pedra natural de origem italiana, caracterizado por ser branco com veios cinza. Foi muito usado durante o Renascimento, como na escultura do Davi de Michelângelo, e ainda hoje é considerado nobre e clássico, sendo usado como acabamento de ambientes residenciais e comerciais.
 
Branco Thassos: De tons muito brancos com pouquíssimas pintas acinzentadas ou cristalizadas, é um mármore nobre, que pode ser usado em diversos tipos de revestimentos. 
 
Marrom Imperador: Também conhecido como Emperador, esse tipo de mármore tem origem na Espanha, e é caracterizado como um marrom escuro com veios mais claros, que remetem ao tom de marrom. Essa combinação de marrom e dourado da pedra trazem sofisticação ao projeto.
 
Nero Marquina: Pedra italiana preta com veias brancas, o mármore Nero Marquina chama a atenção pelo fundo preto, uma obra de arte da natureza.
 
TIPOS DE ACABAMENTOS:
 
Polido: recebe tratamento para ficar com brilho. Esse acabamento é indicado para áreas internas, pois pode ficar liso demais em contato com água.
 
Bruto: A pedra não recebe nenhum tratamento e é usada ao natural, ou seja, é utilizada com as mesmas características em que foi encontrada na natureza.
 
Jateado: Assim como vidros, essa técnica parece aderir areia ao mármore. Por criar uma camada mais áspera, pode ser utilizado em áreas externas.
 
Levigado: O mármore passa por um processo em que é lixado, fica com textura lisa e com aspecto de semi-polido, mas sem brilho.
 
Cristalização: Para ser usado como piso e garantir boa durabilidade, o mármore pode passar por esse processo, para inserir uma película protetora sobre a pedra.
 
Resinado: Aplica-se resina líquida na pedra, que depois é lustrada. Desse modo, as fissuras naturais da pedra são fechadas e o resultado final é uma pedra polida e com muito brilho.